Notícias   
Cachorro é morto com um tiro disparado por policial militar em Boa Vista, capital do estado de Roraima.

O caso do assassinato de um cachorro está causando revolta na população de Boa Vista, capital do estado de Roraima. De acordo com testemunhas, o suspeito é um policial militar, que estava passeando com o seu cachorro e atirou no outro cão no meio da rua com pessoas bem próximo. Testemunhas afirmam que o PM atirou no cão na frente de três crianças.
 



Ainda segundo testemunhas que viram toda a ação, que aconteceu na noite do último domingo, dia 24 de setembro, o homem disparou contra o animal na frente de três crianças, entre elas uma de 13 anos e uma de um ano e seis meses. A tutora do animal baleado contou que seu cão, que era uma mistura de Rottweiler e Pit Bull, vivia preso em casa e nunca tinha avançado em ninguém.
 
No dia em tudo aconteceu, o cão aproveitou um momento de descuido onde o portão foi deixado aberto e correu para a rua justamente na hora em que o policial estava passando com o seu cachorro. Sem coleira, o animal foi em direção ao cachorro do policial, que sacou a arma e atirou.De acordo com a tutora, seu cachorro foi baleado nas costas no momento em que se aproximou do cão do policial, tudo isso na frente de três crianças que estavam bem próximas."O problema maior para mim é o fato de um policial em via pública puxar uma arma e atirar. Ele poderia ter atirado para cima porque o animal também se assusta. Ele não precisava atirar no cachorro e na frente de três crianças”, disse a tutora.
 
Já o policial militar contou que o outro animal partiu na direção de seu cachorro "muito agressivo” e só atirou por medo de ser atacado. Ele ainda afirmou que gritou para assustar o outro cão, mas não adiantou.O caso foi registrado na Central de Flagrantes do 5º Distrito Policial e o Comando Geral da Policia Militar informou
 
 

Fale conosco: contato@direitosdosanimais.org
  APOIADORES