Cuidados Veterinários
Por que cães comem cocô?
05/04/2016 15:34:24
Sintoma: Arritmia
27/02/2016 17:06:38
Tártaro nos cães
04/02/2016 17:40:02
Obesidade canina
05/10/2015 17:23:53
Leucemia viral felina (FeLV)
18/05/2015 17:55:22
Piometra em Cadelas
09/05/2015 16:32:26
Comedouros e Bebedouros
05/05/2015 17:07:29
Gengivite e periodontite
04/05/2015 19:34:52
Sarnas nos gatos
03/05/2015 17:31:14
Giárdia em Cães
01/05/2015 17:42:38
Como identificar dor em cães?
22/04/2015 16:21:19
Afinando relações
27/12/2014 14:42:04
  

Lambeduras podem causar
Dermatite Psicogênica 

Porque você não deve ignorar
uma lambedura exagerada do seu animal? 

A Dermatite Psicogênica, também conhecida como dermatite por lambedura é uma doença de pele causada pela lambedura excessiva do animal, normalmente localizada nas patas, entre os dedos, mas isso não é regra. Acomete cães e gatos, causando feridas, e tem origem psicológica. Ocorre em qualquer idade e pode afetar machos e fêmeas. 

Sintomas

  • Lambedura constante e excessiva de um mesmo local;·        
  • Falha no pelo de uma região;·        
  • Lesão geralmente circular. 

Uma rotina de coçar, lamber se inicia, ate resultar em uma lesão ulcerada, podendo ocorrer exposição das camadas mais profundas da pele, ate atingir musculatura e osso, com o comportamento constante de lamber a lesão não cicatriza e o animal pode ter infecção secundaria.

O médico veterinário e o tutor do animal devem juntos, realizar uma investigação para compreender o que está levando o animal a se auto mutilar.  

Os animais, assim como nós humanos, podem desenvolver doenças psicológicas devido ao estresse, eles encontram no ato de lamber um prazer, com o ato de lamber ocorre a liberação de endorfina dando a sensação de prazer enquanto o efeito narcótico impede a sensação de dor, e assim como uma droga cada vez mais ele busca prazer nesse ato, levando a feridas. 

As causas mais comuns são:·          

  • Animal ficar sozinho durante o dia;·        
  • Animal ficar preso em canil ou corrente;·        
  • Novo animal em casa;·        
  • Fêmeas no cio nas proximidades;·        
  • Morte na família;·        
  • Morte de um companheiro do animal 

A  terapia pode ser sistêmica, com uso de antibióticos e anti-inflamatórios, tópico com bloqueio a área de lambedura, podendo chegar a cirúrgico para debridamento da ferida. Em alguns casos é indicado o uso de medicamentos com ação psicofarmacológica. O tratamento deve ser direcionado para o comportamento psicológico e para as lesões ocasionadas, mesmo diagnosticando e tratando o problema de comportamento, o uso de fármacos é essencial para as lesões cutâneas.

Fabiana Augusto Pereira
CRMV SP 28.149

Fale conosco: contato@direitosdosanimais.org
  APOIADORES